5 livros de steampunk que você PRECISA ler!

Foi por aqui que pediram algumas dicas/inspirações para o Contos de Natal 2021?


Nosso concurso de Natal já está aberto e aceitando submissões (saiba mais aqui), pensando nisso, a Lua (maravilhosa, rainha do We e autora de Nyxels) perguntou se eu poderia fazer uma lista com algumas indicações de contos e livros de steampunk, para vocês terem algum material de apoio e conhecer mais sobre o assunto. Então, aqui está a lista suprema de livros de steampunk escritos por autores brasileiros!


Para comprar os livros é só clicar nas capas de cada um.


1. A Alcova da Morte, de Enéias Tavares, Nikelen Witter e A.Z. Cordenonsi.

Editora: AVEC Editora

Publicação: 8 dezembro 2017

Páginas: 220

Formato: Ebook


Brasil, 1892. Na noite da inauguração da estátua do Corcovado, um horrendo crime toma de assalto a alta sociedade carioca. Para resolver o mistério, a investigadora particular Maria Tereza Floresta, o engenheiro positivista Firmino Boaventura e o dândi místico Remy Rudá terão de se embrenhar numa perigosa trama de poder e corrupção. O que parece mais um caso, aos poucos se revela um plano que põe em risco o futuro de todo país e para impedi-lo, a agência de detetives Guanabara Real terá de usar toda a sua perícia para solucionar os enigmas tecnológicos e os mistérios arcanos da sangrenta Alcova da Morte!

Uma trama de investigação policial. Um enredo de ficção científica. Um crime de horror sobrenatural. Três autores, Três heróis, em um Rio de Janeiro que nunca existiu!


2. A lição de anatomia do temível Dr. Louison, de Enéias Tavares.

Editora: LEYA BRASIL

Publicação: 1 agosto 2014

Páginas: 271

Formato: Ebook


VOCÊ ESTÁ PREPARADO PARA A LIÇÃO DO DOUTOR? 1911. Porto Alegre. Dirigíveis gigantescos dominam o céu. Abaixo, o vapor cinzento dos bondes, das fábricas e dos estaleiros ao redor soma-se à fumaça dos charutos, dos cachimbos e das cigarrilhas. Vozes robóticas, barulho de hélices e maquinários misturam-se ao alarido do povo. De um Zepelin, desembarca Isaías Caminha, um jornalista carioca enviado à cidade para escrever uma matéria sobre o assassino em série Antoine Louison, que há poucos dias assombrava o local com um verdadeiro show de horrores: a exposição dos órgãos de suas vítimas. A aventura começa depois que o Dr. Louison, finalmente capturado e preso no hospício, desaparece misteriosamente de sua cela de segurança máxima sem deixar vestígios. Nesta busca pelo paradeiro do assassino, Isaías e um grupo de investigadores ainda vão topar com conhecidos do Dr. Louison, pertencentes a uma sociedade secreta de intelectuais, chamada Parthenon Místico, que estão dispostos a tudo para defendê-lo e desmascarar os criminosos. Esses amigos de Louison são alguns aclamados personagens da literatura brasileira, em brilhante reinvenção: Rita Baiana e Pombinha, de Aluísio Azevedo, Simão Bacamarte, de Machado de Assis, Solfieri, de Álvares de Azevedo, entre outros. Sobre o autor: Enéias Tavares tem 32 anos e mora em Santa Maria, no Rio Grande do Sul. É doutor em Letras e especialista nos Livros iluminados de William Blake. Pesquisador, tradutor e escritor, leciona literatura clássica na Universidade Federal de Santa Maria. De ficção, publicou As idades do homem na Coletânea 40, da editora Libretos. Escreve à noite e à luz de castiçais. Indicado para fãs de mistério e da temática Steampunk – que narra histórias ambientadas no passado, mesclando-as com elementos tecnológicos e modernos que não deveriam existir naquele período histórico, como nos clássicos de Julio Verne.


3. Homens e Monstros: A Guerra Fria vitoriana, de Flávio Medeiros Jr.