O método snowflake

Atualizado: Mai 16

Como disse anteriormente, a estrutura é um dos pilares da narrativa e é extremamente necessária sua compreensão para escrever um roteiro, assim como o personagem. A estrutura nos serve de base para criar universos únicos e contar histórias originais.


Uma das técnicas de planejamento de enredos mais populares é o Método Snowflake, criado por Randy Ingermanson, autor de ficção norte-americano.


O nome, em inglês, significa “floco de neve”, e a ideia é visualizar o floco de neve como uma figura geométrica, que é desenvolvida por formas simples que, quando colocadas uma junto a outra, evoluem até formar uma figura complexa.


Esse método é ótimo para quem tem uma ideia na cabeça, mas ainda não sabe como passá-la para o papel. Ele pega o comecinho dessa ideia, da forma que ela surgiu e desenvolve através de alguns passos.


1. Resuma o seu livro em apenas uma frase

O primeiro passo para fazer um enredo bem planejado é pequeno, mas não tão simples. Cada etapa do Método Snowflake leva um período de tempo aproximado. Esta leva em torno de uma hora. Você deve escrever uma frase que resuma toda a história do seu livro, mas é para resumir mesmo.

O recomendado é fazer uma frase com menos de 15 palavras que aborde as principais questões do enredo sem citar nomes de personagens. O resultado deve ficar mais ou menos assim: “Um cientista excêntrico viaja no tempo para matar Hitler.” Como você pode observar, descrevemos o protagonista em vez de citar seu nome. Mencionar Hitler não tem problema, pois ele é uma figura histórica.

Não se preocupe com alcançar a perfeição. O objetivo de cada etapa é justamente desenvolver e aperfeiçoar o seu enredo aos poucos. A cada passo que você der, melhor você entenderá sua história.


2. Transforme essa frase em um parágrafo

Dentro de uma hora, transforme essa frase em um parágrafo concreto, que descreva o contexto da história, principais desafios e final do livro. Recomendamos que você faça um parágrafo com cinco frases.

A primeira frase deve descrever o pano de fundo e informações básicas da história. As frases do meio devem descrever os principais eventos e desafios da história. Por fim, a última frase deve concluir o enredo, descrevendo o que acontece no final do livro.


3. Faça resumos de uma página sobre seus protagonistas

O próximo passo é desenvolver as personagens, que são responsáveis por conectar o leitor ao seu livro. Selecione as personagens mais importantes da sua história.

Em seguida, para cada uma dessas personagens, faça um resumo de uma página dentro de uma hora. O resumo deve conter as seguintes informações a respeito da personagem: nome, resumo do arco (em uma frase), motivação (ideia abstrata), objetivo (ideia concreta), conflito (obstáculos para alcançar o objetivo), epifania (evolução) e resumo do arco (em um parágrafo).

Ao longo desta etapa, é possível que você aprenda informações valiosas sobre o seu enredo, que afetam diretamente os resumos feitos nas etapas 1 e 2. Neste caso, refaça os resumos utilizando as novas informações.


4. Transforme o resumo de um parágrafo em uma página inteira

Você já tem uma boa noção do seu enredo e conhece as personagens que vão mover essa história. Agora é hora de transformar aquele resumo de um parágrafo em uma página inteira.

Pegue cada frase daquele resuminho e transforme em um parágrafo inteiro. Esta etapa leva algumas horas e, quando você a concluir, terá um esqueleto do seu livro! Observe como a cada etapa o enredo fica mais detalhado.


5. Descreva suas personagens em textos de uma página

Hora de desenvolver mais ainda as personagens e trabalhar a relação de cada uma delas com o enredo.

Separe um ou dois dias para fazer textos de uma página descrevendo as suas personagens mais importantes e textos de meia página descrevendo as personagens secundárias. Esses textos devem ser parecidos com “sinopses”, só que escritas sob o ponto de vista das personagens.


6. Transforme o resumo de uma página em quatro páginas

Voltando para o resumo do enredo, até então de uma página, transforme-o em quatro páginas. Esta etapa pode durar até uma semana. A ideia é expandir cada parágrafo e transformá-los em uma página, mais ou menos.

Agora, detalhes do enredo começam a entrar no resumo. Você vai começar a mencionar cenas, descrever processos e pensar estrategicamente sobre o desenrolar dessa história. E, como já avisamos, você provavelmente vai querer voltar para as primeiras etapas e atualizar os resumos com as novas informações que descobriu.


7. Faça fichas completas sobre suas personagens (falaremos mais disso em breve)

Agora é hora de transformar descrições em fichas completas, que contam cada detalhe das personagens do seu livro. Isso inclui informações básicas, como data de nascimento, descrição, motivação, etc., mas também questões maiores, como as mudanças que essa personagem sofre até o final do livro. Esta etapa deve levar em torno de uma semana.

Conforme você monta essas fichas, suas personagens devem se tornar mais reais e começar a “fazer exigências” sobre a história. É possível que você mude de ideia completamente sobre algo que você havia planejado para uma personagem ao perceber que essa ela jamais agiria da maneira que você planejou.


8. Faça uma lista de todas as cenas que precisa escrever

Muito bem, o planejamento do seu enredo está quase pronto. Falta apenas mais um passo crucial: listar todas as cenas que farão parte do livro. Para isso, recomendamos utilizar planilhas. Elas são perfeitas para fazer listas e permitem que você organize as ideias no perfeito modelo Snowflake, criando versões alternativas cada vez mais evoluídas.

A base para esta etapa é o resumo de quatro páginas que você preparou na etapa 6. Na planilha, cada linha corresponde a uma cena. A primeira coluna deve mencionar a personagem central da cena. Isto é, a cena deve ser descrita sob a perspectiva dessa personagem. A segunda coluna deve descrever os eventos da cena resumidamente. Caso você queira incluir mais detalhes, adicione mais colunas.


9. Faça uma descrição narrativa da sua história

Esta etapa é para os autores que ainda não se sentem prontos para começar a escrever. A dica é começar a descrever os eventos do enredo, cena por cena, já utilizando um modelo narrativo. A ideia é não escrever mais do que duas páginas por capítulo.

O autor do método snowflake, publicou um livro que explica o método a fundo e disponibilizou o software pago Snowflake Pro (inglês), onde você pode aplicar o método com ainda mais facilidade.

Pensando livros, descomplicando a publicação, tudo isso sendo uma editora idealizada por profissionais dedicados e comprometidos com a arte literária.

© 2019 por We Coletivo Editorial. Criado orgulhosamente por Clarissa Winter

  • Facebook
  • Instagram
  • Preto Ícone Twitter
  • Preto Ícone LinkedIn

We Coletivo Editorial

Rua Marechal Floriano Peixoto, 125, Centro, Petrópolis/RJ

37.203.019/0001-45

(24) 99917-0131

wecoletivoeditorial@gmail.com