Deixe seu medo de lado e escreva!

Atualizado: Mar 4

Esse é um recadinho para você, leitor e escritor, que anda desanimado e não acredita no seu potencial.

A comunicação, seja ela falada ou escrita, é muito importante para nós seres humanos. Escrever é um ato libertador, terapêutico, complexo e, ao mesmo tempo, simples. Faz parte de nós desde a infância, quando aprendemos o que significam as letras e como usá-las.


Foi na escrita que me encontrei, onde pude liberar todos os sentimentos que, muitas vezes, não conseguia expressar em palavras. A escrita me ajudou a entender quem eu era. Antes era um hobby, até que um dia pensei “por que não virar uma profissão?”. E hoje estou a caminho de realizar um sonho que outrora era impossível, mas que agora está bem perto de se tornar realidade: escrever meu primeiro romance.


Confesso que muitas vezes acreditei não ser possível, que eu não era capaz, que eu não era boa o suficiente para mostrar ao mundo minhas histórias. Mas, hoje, com seis contos publicados em três antologias, acredito que é possível sim.


E digo a você, que procura divulgar um dia suas histórias para o mundo afora: Escreva! Comece criando uma rotina, escreva sobre o seu dia, sobre o passarinho que viu pousar na árvore da praça em que passou, sobre seus sentimentos, sobre qualquer coisa que quiser escrever. E verá que, com o tempo, criará histórias lindas e dignas de serem compartilhadas. Mesmo que sua família não te apoie, mesmo que você ache que não escreve bem, mesmo que tudo vá contra seu favor...


Escreva! E coisas incríveis virão!