10 livros de Ficção científica – ou Sci-fi – para quem quer conhecer o gênero

Atualizado: 4 de Jun de 2020

A ficção científica surgiu no século XIX e aborda temas relacionados, direta ou indiretamente, à ciência. Assim, vemos viagens espaciais, no tempo, vida extraterrestre, robôs e inteligência artificial, entre várias outras possibilidades.


É um gênero que tem fãs fervorosos e apaixonados, que acompanham seus autores e sagas favoritas há anos. No cinema, histórias como as do Exterminador do Futuro e Star Wars cativaram pessoas de diversas gerações e continuam a fazer novos fãs.


Mas sabemos que nem todos conhecem bons livros de ficção científica, por isso, selecionamos esta lista de 10 livros para quem quer conhecer esse gênero.


Clicando nas imagens, você será direcionado para o link de compra, mas, se você quiser apoiar a sua livraria local, você pode ver este artigo que postamos aqui no site: Como ajudar a sua livraria local em tempos de quarentena.


Livros nesta lista:

A Guerra dos Mundos, de H.G. Wells

Eu, Robô, de Isaac Asimov

Blade Runner: Androides Sonham com Ovelhas Elétricas?, de Philip K. Dick

Neuromancer, de William Gibson

Kindred – Laços de Sangue, de Octavia Butler

Duna, de Frank Herbert

A mão esquerda da escuridão, de Ursula K. Le Guin

Vinte mil léguas submarinas, de Julio Verne

Frankenstein, de Mary Shelley

Nós, de Levgueni Zamiatin


A Guerra dos Mundos, de H.G. Wells

E se, de repente, marcianos invadissem a Terra e começassem a eliminar todos os homens que encontrassem pela frente? E se esse fosse apenas o primeiro passo para dizimar a civilização? O mundo, como conhecido até então, deixaria de existir. As cidades, as organizações políticas e as leis de nada valeriam. Sobreviver se tornaria quase impossível. Este é o universo criado por H. G. Wells em A guerra dos mundos, uma das histórias de ficção científica mais influentes da literatura. Publicado pela primeira vez, em capítulos, em 1897 e depois reunido, em livro, no ano seguinte, um dos primeiros romances sobre invasão alienígena inspirou filmes e diversas adaptações, sendo a mais conhecida a transmissão radiofônica de Orson Welles em 1938, até hoje estudada nos cursos de comunicação: milhares de ouvintes americanos teriam entrado em pânico por achar que se tratava de um verdadeiro ataque marciano, tamanho o realismo e a força desta surpreendente narrativa.




Eu, Robô, de Isaac Asimov

Um dos maiores clássicos da literatura de ficção científica, Eu, Robô, escrito pelo Bom Doutor, Isaac Asimov, foi publicado originalmente em 1950. O livro serviu como base para o roteiro do filme homônimo, no qual Will Smith interpreta o protagonista, o detetive Del Spooner. Porém, a obra é bastante diferente da história apresentada nas telonas. Eu, Robô é um conjunto de nove contos que relatam a evolução dos autômatos através do tempo. É nesse livro que são apresentadas as célebres Três Leis da Robótica: os princípios que regem o comportamento dos robôs e que mudaram definitivamente a percepção que se tem sobre eles na própria ciência. Inicia-se com uma entrevista com a Dra. Susan Calvin, uma psicóloga roboticista da U.S Robots & Mechanical. Ela é o fio condutor da obra, responsável por contar os relatos de seu trabalho e também da evolução dos autômatos. Algumas histórias são mais leves e emocionantes como Robbie, o robô babá, outras, como Razão, levam o leitor a refletir sobre religião e até sobre sua condição humana. A edição traz um posfácio escrito pelo próprio autor sobre sua história de amor com os robôs, tão comuns em sua obra.